CICLISMO

Rui Freitas ‘sonha’ com a Camisola de Campeão Nacional

Rui Freitas, ciclista de Guimarães que alinha no Desportivo Jorge Antunes, sonha em conquistar um dia a camisola de Campeão Nacional de Downhill. O ciclista de 16 anos de idade gostava de a conquistar já esta época, no seu ano de estreia nos Juniores, uma vez que o Campeonato Nacional de DHI está agendada para o Minho.

“O meu grande objetivo a nível nacional é vir a ser Campeão Nacional. Se possível já esta época”, começou por referir Rui Freitas, que fez segundo lugar na categoria de Cadetes no Campeonato Nacional de 2019.

O jovem do Desportivo Jorge Antunes lembrou que “o Campeonato Nacional está marcado para o Minho, o que me motiva ainda mais a lutar pelo título. Esperemos que até lá tudo fiquei resolvido”.

ÉPOCA DESAFIANTE

Rui Freitas tem em 2020 um grande desafio: “este ano subo ao escalão Júnior, sei que não vai ser uma época fácil. Os desafios vão ser muitos e maiores. Há muitos e bons atletas, mas eu tenho os meus objetivos e vou lutar por eles. A minha grande meta para este ano passa por continuar no pódio tanto a nível nacional como regional”.

No Campeonato do Minho de BTT DHI – Cision, Rui Freitas, que se sagrou Campeão de Cadetes em 2019, vai ter como principal adversário João Baptista (Bike House DH Team/Guimarães), que dominou a prova de Juniores na época passada…

“No Campeonato do Minho o meu principal adversário será o João Baptista. Ele venceu a categoria de Juniores no ano passado e é muito forte. Aliás no escalão de Juniores há um lote de adversários muito fortes, quer a nível regional, quer nacional”, refere Rui Freitas.

COLEGAS DE EQUIPAS E ADVERSÁRIOS

O ciclista vimaranense vai encontrar na categoria de Juniores, o seu colega de equipa Francisco Gomes… “é verdade vou ter o Francisco Gomes como adversário, mas é sempre bom ter colegas de equipa, que são bastante amigos, como adversários. Quer eu fique à frente deles, ou eles à minha frente, ficamos sempre contentes uns pelos outros. Portanto nunca há problemas e acabamos por nos motivar uns aos outros”.

ENTRE AS AULAS E A PREPARAÇÃO POSSÍVEL

Impedido de fazer o que mais gosta, Rui Freitas vai treinando em casa “esta pandemia está a dificultar bastante a preparação porque não é possível treinar downhill. Vou fazendo treinos físicos em casa”. De resto, Rui Freitas tinha feito uma boa pré-época… “a preparação estava a correr bastante bem. Consegui melhorar bastante tanto a nível físico como tecnicamente”.

Rui Freitas repartia o tempo entre os treinos de downhill e as aulas “em condições normais, durante a semana, fazia treinos de ginásio e resistência depois das aulas. Aos sábados e domingos fazia treinos de downhill”, agora as aulas são à distância e os treinos são, sobretudo, físicos.

HÁ CINCO ANOS NO DESPORTIVO JORGE ANTUNES

Rui Freitas é de Guimarães, mas desde a primeira hora que defende as cores do clube vizelense do Desportivo Jorge Antunes… “Já estou no downhill e do DJA há cinco anos. Desde pequeno que ando de bicicleta e gosto muito. Um vizinho, que na altura estava ligado ao DJA, falou de mim ao presidente da equipa e comecei a treinar com eles ainda sem idade de participar em competições e fui ficando. Este ao volto a defender as cores do clube que me ensinou tudo”.

E o que o atrai no downhill? “o risco constante, a adrenalina que isso me causa e também o convívio”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS