BASQUETEBOL

CB Viana não ficou surpreendido com cancelamento das provas

O CB Viana não ficou surpreendido com a decisão da Federação Portuguesa de Basquetebol em cancelar as provas nacionais da formação. Jorge Resende, coordenador do clube de Viana do Castelo, garante que já estava à espera da decisão e receia que a competição dos Seniores siga o mesmo caminho.

“Infelizmente já era uma decisão que estávamos à espera. Temos estado em contacto com outros treinadores e clubes e fomo-nos apercebendo que esta era uma possibilidade. O argumento para tomar esta decisão prende-se com a questão escolar e com o facto de poder interferir com o calendário escolar”, começou por referir Jorge Resende, que lamentou “termos que encerrar a época desta forma”.

COMPETIÇÃO DE SENIORES PODEM SEGUIR O MESMO CAMINHO

Em relação aos seniores “ainda não há uma decisão tomada, mas temo que seja idêntica. A FPB está a auscultar as Associações e temos estado em contacto com outros técnicos e com o diretor regional para tentar encontrar uma solução, mas parece complicado”.

Considerando que “o importante é garantir a saúde e a segurança dos atletas”, Jorge Resende lembrou que “os atletas vão mantendo a atividade. Aliás é uma coisa que eles fazem sempre, mesmo durante o período de férias”. Por isso “quando for possível regressar aos treinos normais, nós estaremos preparados, até porque já é costume trabalhamos até mais tarde. Depois já estamos há muito tempo parados e o que todos queremos é voltar a trabalhar, voltar a sentir a bola e a intensidade dos treinos”.

JORGE RESENDE “TÍNHAMOS FORTES HIPÓTESES DE DISCUTIR A TAÇA NACIONAL”

Com o cancelamento das provas, os Sub-18 acabam por ser a mais prejudicados. A equipa orientada por Jorge Resende já tinha garantido a passagem à segunda fase e lutava pelo acesso à Fase final.

“Nos Sub-18 já tínhamos assegurado a passagem à fase seguinte e tínhamos fortes hipóteses de discutir a Taça Nacional. De resto bastava chegar à Fase Final para assegurarmos automaticamente a presença, no próximo ano, no Campeonato Nacional. A FPB já veio dizer que os lugares continuam os mesmos e nós podemos, na próxima época, tentar chegar ao Campeonato Nacional através da candidatura para participar na fase prévia. É uma forma de chegar ao Campeonato Nacional e talvez o CB Viana opte por se candidatar para o ano”.

De resto, o CB Viana não vai sofrer grandes alterações na equipa, já que “dos 12 atletas que fazem parte dos Sub-18, 10 mantêm-se e ainda sobem três Sub-16. Vamos manter a mesma qualidade. Aliás, estamos a pensar fazer duas equipas de Sub-18 na próxima época”.

Com a Taça Nacional cancelada, o CB Viana vai trabalhando e Jorge Resende garante que “estaremos preparados para participar em algum torneio ou na Final Four do Campeonato Regional, que está agendado para junho, se as condições assim o permitirem”.

“SERIA IMPORTANTE AINDA TERMOS ALGUMAS PROVAS”

Jorge Resende referiu ainda que “seria importante ainda termos algumas provas esta época. Este é um ano incaraterístico, já se perdeu muita coisa e agora com o cancelamento das provas da formação todo o esforço cai por terra. Para bem dos clubes, dos atletas e da modalidade era bom que ainda tivéssemos alguma competição. Claro que isso depende das condições que vamos ter. Do tempo que isto demorar a passar. Certo é que é cada vez mais complicado para os clubes e a sua sobrevivência”.

 “O CB Viana acaba por ter alguma folga porque nem treinadores, nem jogadores vivem do basquetebol. Todos têm o seu trabalho e o clube acaba por conseguir sobreviver, mas nem todos têm essa possibilidade e vai ser difícil”.

FORMAR ATLETAS PARA REFORÇAR OS SENIORES

De resto, o CB Viana baseia o seu projeto na formação: “nós apostamos na formação dos atletas e tentamos ao máximo aproveitar os jogadores que formamos. Tentamos por os Juniores a jogar nos Seniores. Já o fazíamos e vamos continuar a seguir o projeto”.

Sobre o futuro, Jorge Resende afirmou que “já estive a conversar com a direção. A ideia é manter o grupo. Há a possibilidade de fazer regressar o Sérgio Felgueiras, que nesta altura estava a jogar na Sanjoanense. Manter o grupo forte de forma a podermos lutar pela subida à I Divisão é o objetivo. Não deve ser este ano, teremos que adiar devido a esta pandemia, mas é apenas o adiar do sonho”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS