HÓQUEI EM PATINS

AD ‘Os Limianos’ com época atípica em Sub-15

A AD ‘Os Limianos’ estava a ter uma época algo atípica no escalão de Sub-15. Com um grupo extremamente jovem – 90 por cento dos atletas são de primeiro ano -, a equipa treinada por Filipe Carneiro encontrou vários obstáculos no Campeonato Regional e viu-se relegada para a série dos últimos, onde realizou quatro jogos em três meses! Já a Taça do Minho acabou por ser interrompida pela pandemia que assola do mundo.

Com as competições suspensas, Filipe Carneiro considera que esta é uma boa oportunidade para se repensar toda a formação e o que se pretende nos escalões jovens.

FILIPE CARNEIRO: “TIVEMOS UM CAMPEONATO FRACO… MAS NA FORMA COMO FOI PREPARADO”

Sobre a campanha da sua equipa no Campeonato Regional, Filipe Carneiro começou por referir que “a época dos Sub-15 foi totalmente atípica” e explica “para além do facto da nossa equipa ser muito jovem, 90% dos atletas são de primeiro ano, tivemos um campeonato fraco…e quando falo num campeonato fraco não estou a falar da qualificação, mas sim na forma como ele foi preparado para satisfazer alguns egos. A minha equipa acabou por não ser qualificada de uma forma que podemos considerar injusta, mas esse é o menor dos males”.

Para Filipe Carneiro o pior ainda estava para vir: “Na fase final fomos relegados para o grupo dos perdedores e acabamos por num período de três meses fazermos apenas quatro jogos porque ficamos num grupo de três equipas à parte das restantes seis que lutaram pelo Campeonato Regional”.

Em finais de fevereiro arrancou a Taça do Minho “e surgiu esta pandemia mundial que parou com tudo…”.

“É TEMPO DE PENSARMOS O QUE PRETENDEMOS PARA A FORMAÇÃO”

Para Filipe Carneiro este é o momento certo para que todos os que estão ligados à formação façam uma reflexão: “sinceramente, espero que este tempo de reflexão sirva para nós, principais responsáveis pela formação do hóquei em patins, pensaremos bem o que pretendemos para a formação! Afinal isto muda de um dia para o outro e andamos aqui numa competição sem medida pelos títulos, quando deveríamos ensinar os atletas a desfrutar da vida e do desporto! Espero que as mentalidades mudem depois disto para o bem dos nossos jovens e da modalidade”.

“Agora importante é darmos as mãos…sermos verdadeiramente humanos e responsáveis para venceremos esta batalha contra o covid-19 que vai ser muito dura”, referiu o treinador do Limianos.

CONTACTO COM OS ATLETAS

Numa altura em que todas as modalidades estão suspensas, Filipe Carneiro garante que tem contacto com os seus atletas, mas sem fazer exigências de treino…“Neste momento estamos todos bloqueados, mas como nós estão todas as outras modalidades e, por isso, creio que estamos todos ansiosos de podermos entrar em ringue. Tenho contacto com os meus atletas, mas francamente não vamos com grandes exigências de treino neste momento. Tento só que façam exercícios de manutenção e tentem estar com a cabeça sã. É tudo muito confuso para eles nesta fase”.

Apesar de longe dos ringues, dos treinos normais e dos jogos, Filipe Carneiro não sente os atletas desmotivados: “não vejo desmotivação, mas sim ansiedade para voltarem! Alguns evoluem com brincadeiras em casa, voltaram a ter tempo para serem criativos! Mais uma vez há males que vem por bem…talvez seja um sinal da mãe natureza”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS