BASQUETEBOL

Famalicense quer estar presente nos playoff da I Divisão

O Famalicense está a fazer uma segunda volta surpreendente no Campeonato Nacional da I Divisão de basquetebol masculino. A equipa treinada por Armando Andrade ocupa a nona posição da Zona Norte e assume a luta pelo apuramento para os playoff, para depois pode aspirar à subida à Proliga.

Na segunda volta e decorridas que estão oito jornadas, o Famalicense soma seis vitórias, o dobro das alcançadas na primeira volta, e conseguiu mesmo surpreender o então líder Sangalhos.

Para a alteração dos resultados muito contribuíram algumas mexidas no plantel. Nuno Lopes e Rui Sousa, atletas que representaram o FAC na época passada, regressaram à equipa, dando presença interior e experiência ao grupo. Armando Andrade integrou ainda os Sub-18 Tiago Neves e o Carlos Andrade.

MIGUEL CORREIA E A PRIMEIRA VOLTA: “GRUPO MANTEVE-SE UNIDO E COM CONFIANÇA”

Miguel Correia, diretor do Famalicense, considerou que a primeira volta ficou aquém do esperado em termos de resultados, mas a equipa manteve-se sempre unida.

“Efetivamente fizemos uma primeira volta de mau nível. Tivemos muitos fatores que não ajudaram, mas felizmente o grupo manteve-se unido e com confiança no projeto”, referiu Miguel Correia, que adiantou: “fizemos alguns ajustes no plantel, integramos dois jogadores da formação e as coisas começaram, naturalmente, a acontecer”.

“TIVEMOS UMA FASE DE GRANDE DESÂNIMO ”

Miguel Correia lembra que “trabalhávamos muito durante a semana e estava a ser frustrante as coisas não saírem nos jogos, mas o plantel tem qualidade, temos condições de trabalho excelentes e a equipa técnica é extremamente capaz”.

“Tivemos naturalmente uma fase de grande desânimo. Felizmente fomos todos capazes de nos motivar uns aos outros. Jogadores e equipa técnica foram fantásticos e acreditaram sempre que daríamos a volta”, disse ainda aquele responsável.

“APONTAMOS AOS OITO PRIMEIROS LUGARES”

Por isso, o Famalicense decidiu tomar medidas “depois de fazer os ajustes no plantel, conseguimos mesmo ultrapassar algumas lesões e em dezembro tivemos que ajustar as expetativas. Apontamos aos oito primeiros lugares de forma a estarmos presentes nos playoffs”.

Miguel Correia garante mesmo que “o apuramento para o playoff é o nosso objetivo. Sabemos que não vai ser fácil mediante o calendário que temos. Vamos aguardar serenamente que tudo isto por que estamos a passar fique sanado completamente, para depois vermos como fica o campeonato. Seja qual for o cenário iremo-nos preparar. Neste momento, o mais importante é a saúde pública e nós estamos a fazer a nossa parte”.

“QUANDO TUDO ESTIVER RESOLVIDOS VAMOS ESTAR CÁ PARA LUTAR”

Para o Famalicense esta paragem acaba por surgir a pior altura, uma vez que a equipa tinha encontrado o caminho das vitórias: “naturalmente, que ao Famalicense acaba por quebrar a boa fase que estávamos a passar. Tendo em conta as circunstâncias, não queremos muito pensar nisso. A situação é bastante grave e preocupante, e ultrapassa tudo isto. Como disse, quando tudo estiver resolvido vamos estar cá para lutar e voltar à forma em que estávamos”.

Neste momento, os atletas do Famalicense mantêm a sua atividade, mas de casa “os nossos treinadores têm lançado planos de treino para os atletas fazerem em casa”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS