BASQUETEBOL

BC Barcelos e o ‘sonho’ da subida de divisão

O BC Barcelos garantiu a passagem à segunda fase do Campeonato Nacional da II Divisão feminina de basquetebol. Tendo como grande objetivo a subida à I Divisão, a equipa de Barcelos vê os planos e a época em suspenso devido à situação que se vive. O clube barcelense viu-se obrigado a dispensar as atletas estrangeiras, enquanto as restantes vão mantendo, à distância, alguma atividade.

A duas jornadas do termo da primeira fase – altura em que o campeonato foi suspenso – o BC Barcelos ocupava a segunda posição, com 35 pontos, menos um que o líder Maia e mais cinco que Juvemaia e SC Braga.

ANTÓNIO FARIA: “O NOSSO PRINCIPAL OBJETIVO ERA A SUBIDA DE DIVISÃO”

António Faria, presidente do BC Barcelos, faz um balanço positivo da campanha que a equipa sénior feminina realizou até este momento…

“O balanço estava a ser positivo. Já tínhamos garantido o acesso à segunda fase do campeonato e, nesse sentido, o primeiro objetivo da época já estava alcançado”, começou por referir António Faria.

ESTRANGEIRAS REGRESSAM AO BRASIL

O presidente do BC Barcelos confirmou que o grande objetivo da equipa era a subida à I Divisão: “não escondemos que o objetivo principal desta época era a subida de divisão”, mas a paragem dos campeonatos obrigou a algumas medidas: “com esta paragem do campeonato tivemos de tomar a decisão de dispensar as nossas atletas estrangeiras, as quais já regressaram ao Brasil”.

“Neste momento, em face de todas as indefinições que resultam deste momento menos bom porque todos passamos, resta-nos aguardar que tudo volte à normalidade e mediante os vários cenários que possam ser tomados relativamente à continuidade, ou não, dos atuais campeonatos, logo faremos novo ponto de situação”, referiu António Faria.

ATLETAS MANTÉM ALGUMA ATIVIDADE

Com os treinos suspensos, as atletas do BC Barcelos vão mantendo a forma física à distância: “as nossas atletas estão bem, mantêm alguma atividade física e estão otimistas e esperançadas que toda esta situação seja ultrapassada rapidamente”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS