CICLISMO

Minhotos à conquista da Clássica da Primavera

O Minho está bem representado na 24.ª edição da Clássica da Primavera, prova de estrada para Elites e Sub-23 que se realiza domingo na Póvoa de Varzim.

Com um pelotão que ultrapassa os 150 ciclistas, a edição deste ano da Clássica da Primavera tem um percurso de 141 quilómetros, com sete contagens de metas volantes, sete prémios de montanha de 3.ª categoria e 13 sectores de empedrado, com um total de 1600 metros de acumulado no final da corrida.  A partida está marcada para as 10.55 h, com chegada prevista para as 14.20 horas.

São muitos os ciclistas do Minho que vão estar presentes nesta segunda prova da época do ciclismo de estrada. As atenções dividem-se entre os consagrados, como é o caso de José Mendes, ciclista de Guimarães Campeão Nacional que representa a W52-FC Porto, Tiago Machado, famalicense que alinha na EFAPEL, o vianense César Fonte (EFAPEL), João Matias, barcelense que está na Aviludo-Louletano, João Benta, esposendense da Rádio Popular – Boavista, e David Ribeiro, famalicense da LA Alumínioss/LA Sport; e os atletas Sub-23, que se tentam impor depois da sua estreia nos últimos anos, como é o caso de Iúri Leitão, vianense que veste as cores dos Supermercados Froiz , José Dias, barcelense do Fortunna/Maia, João Salgado, vimaranense que alinha na JV Perfis, e o arcuense Vinício Rodrigues, da Rádio Popular-Boavista.

Em prova vão estar ainda muitos dos ciclistas que este ano subiram ao escalão de Sub-23 e que querem ganhar um lugar no competitivo e duro meio do ciclismo. É o caso dos jovens Henrique Martins, vianense que representa o ACDC Trofa/Trofense, do barcelense Flávio Fernandes (JV Perfis – Gondomar Cultural), Pedro Silva, barcelense que alinha na Rádio Popula/Boavista), Daniel Dias, ciclista que se sagrou-se Vice-Campeão pela Seissa na época passada e que alinha na Sicasal/CM Torres Vedras, e ainda Marco Marques, atleta de Viana do Castelo que alinha na Sicasal/CM Torres Vedras.

IÚRI LEITÃO: “VOU APROVEITAR PARA GANHAR RITMO”

“Para mim esta vai ser uma prova boa para me preparar para alguns objetivos da temporada que estão prestes a acontecer. Vou aproveitar para ganhar algum ritmo e dar o meu melhor pela equipa”, disse Iúri Leitão, ciclista de Viana do Castelo que representa os Supermercados Froiz.

O ciclista que fez a sua formação da Tensai/Sambiental/Santa Marta referiu ainda que “é uma corrida que acaba por ser bastante dura daí eu estar mais focado em ajudar a equipa ao máximo”.

PEDRO SILVA “ANSIOSO POR VOLTAR A CORRER”

Pedro Silva, barcelense que alinha na Rádio Popular-Boavista, diz-se ansioso por voltar a correr… “estou ansioso por voltar a correr e a ajudar a equipa a cumprir os seus objetivos”.

O ciclista de Barcelos assegura que “já me encontro com uma boa forma física” e, por isso “acredito que posso fazer uma boa corrida no domingo e assim ajudar a minha equipa”.

HENRIQUE MARTINS “PREPARADO PARA A MINHA ESTREIA”

Henrique Martins, vianense que alinha na ACDC Trofa/Trofense, confessa algo nervoso, até porque “esta vai ser a minha primeira corrida da época em ciclismo de estrada, Não sei como vou estar”.

O ciclista vianense garante que “sinto-me preparado para a prova, pelo menos, tenho vindo a trabalhar para fazer uma boa corrida” e confessa que “espero chegar ao fim da prova sabendo que dei tudo o que tinha”.

JOÃO SALGADO “ACREDITO QUE POSSO FAZER UMA BOA PROVA”

João Salgado, ciclista de Guimarães que alinha na JV Perfis, encara a prova de domingo, como uma avaliação à forma como está, pois “ainda só tivemos uma corrida, que foi a Prova de Abertura e que foi uma prova um pouco fora do normal devido às paragens e tudo mais. Por isso, a corrida de domingo vai servir para eu ter uma ideia de como estou realmente”.

Seja como for “o objetivo passa por chegar na frente” garantiu João Salgado, que acrescentou que “já conheço bem o traçado dos anos anteriores. É marcado pelas sete subidas ao Monte de São Félix, que apesar de não ser uma subida longa é bastante inclinada e empedrado, o que dificulta mais”.

João Salgado acredita que “posso fazer uma boa prova” e está preparado para “dar o meu melhor e ajudar a equipa”.

DANIEL DIAS: “ESPERO CONSEGUIE ACOMPANHAR OS MELHORES”

Daniel Dias, da Sicasal/CM Torres Vedras, encara a prova de domingo, como mais um dia de aprendizagem, mas “espero conseguir acompanhar os melhores nas principais dificuldades”.

“Será uma prova muito nervosa devido não só à chuva que se espera, como também aos setores de paralelo, conhecidos no ciclismo como pavê, que são sempre motivo de bastante tensão para todo o pelotão pois todos querem estar bem colocados”.

“Vamos ver como o corpo responde ao trabalho realizado neste último mês. Foram três semanas sem competir, mas de bastante trabalho. Espero poder acabar com os da frente e dignificar a camisola que represento”.

Daniel Dias referiu ainda “esta é uma prova cuja duração não será muito grande, pelo que a principal dificuldade será o ritmo imposto pelas principais equipas profissionais”.

VINÍCIO RODRIGUES: “ESTOU CONFIANTE”

Vinício Rodrigues, ciclista dos Arcos de Valdevez, que alinha na Rádio Popular-Boavista, parte confiante para a Clássica da Primavera.

“Não sou grande adepto do Monte de São Félix, essencialmente, devido ao seu empedrado”, começou por referir o atleta dos Arcos de Valdevez, que lembrou que “no ano passado consegui manter-me no grupo da frente até ao final”.

Afirmando que “sinto-me preparado para a prova de domingo”, Vinício Rodrigues referiu ainda que “estou confiante que este ano irei conseguir fazer uma melhor prestação”.

JOSÉ DIAS “ESPERO FAZER UMA BOA CORRIDA”

José Dias, ciclista de Barcelos que alinha no Fortunna/Maia, está confiante para a prova de domingo. Recuperado de um problema de saúde que o afetou na Prova de Abertura, o ciclista barcelense começou por referir que “já me encontro muito melhor e espero fazer uma boa corrida”.

“Fiz um bom trabalho até aqui e acredito que posso fazer uma boa corrida, resta agora ver como vão reagir as pernas no domingo”.

DAVID RIBEIRO “É UMA CORRIDA QUE GOSTO BASTANTE”

“A Clássica da Primavera é uma corrida que eu gosto bastante e que me costuma calhar muito bem”, começou por referir David Ribeiro, ciclista de Famalicão que alinha na LA Alumínios/LA Sport.

“Talvez por ser dura e aqui ao lado de casa é uma corrida que encaro sempre com muita vontade. Há dois anos ganhei, inclusive, a classificação da montanha. Daí ser especial para mim”, lembrou David Ribeiro, que confessou que “o empedrado e as subidas não me assustam, gosto muito desta prova”.

David Ribeiro diz-se preparado para a corrida “agora estou em melhor forma. A Volta ao Algarve ajudou-me nessa parte. Domingo é que vou testar a sério…vamos lá ver”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS