CICLISMO

23.º Prémio de Barroselas na estrada no domingo

O 23.º Prémio de Ciclismo de Barroselas vai para a estrada no próximo domingo, apresentando muitas novidades e um pelotão de mais de cem ciclistas.

Organizado conjuntamente pela Associação de Ciclismo do Minho, m2o_eventos e Associação de Ciclismo de Barroselas, contando com o apoio da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Juntas de Freguesia e empresas locais, 23.º Prémio de Ciclismo de Barroselas destina-se este ano ao escalão Juniores e conta com um percurso mais extenso.

Joel Monteiro, da organização, explicou que “este ano apostamos numa prova maior, mais longa, com mais dificuldades e com um pelotão com mais ciclistas. É uma forma também de nos testarmos, pois temos em mente receber uma prova para profissionais”.

PROVA DESTINADA AOS JUNIORES

Ao contrário dos antes anteriores – em que o Prémio de Barroselas se destinava a Escolas, Cadetes e Juniores  – a segunda prova da época pontuável para o Campeonato do Minho de Ciclismo de Estrada – Arrecadações da Quintã destina-se apenas a Juniores… “Este ano apostamos no escalão de Juniores. Em termos logísticos envolve mais meios, uma estrutura maior, mais atenção da nossa parte. Mas é a evolução natural das coisas. Até aqui tínhamos um percurso mais pequeno, este ano vamos ter um percurso de cerca de 115 quilómetros e um pelotão que ultrapassa os 110 atletas e é isso que queremos”.

“Já tínhamos a ideia de passar a prova para Juniores, mas estávamos a pensar fazer isso para o ano. Surgiu a oportunidade de ser este ano também porque sábado se realiza a Prova de Abertura em Fafe. Assim, as equipas do Centro e do Sul acabam por pernoitar aqui e correm sábado e domingo. Em termos desportivos e económicos é melhor para todos” disse Joel Monteiro.

PERCURSO MAIS LONGO

O trajeto da prova será muito idêntico ao do ano passado “é um circuito ligeiramente maior que o do ano passado, este ano tem quase 25 quilómetros e os atletas terão que o percorrer cinco vezes. De resto, o trajeto é idêntico e passa pelas freguesias do Vale do Neiva, que nos apoiam para que este Prémio de Ciclismo de Barroselas vá crescendo de ano para ano”.

A prova do seu crescimento está no número de participantes… “o ano passado tivemos um pelotão com cerca de 60 atletas, este ano ultrapassa os 110. É quase o dobro o que é muito bom”, referiu Joel Monteiro.

Também o interesse por parte das entidades aumentou “a reação tem sido muito boa. Nota-se um interesse maior em que a prova passe no território porque, no fundo, estamos a trabalhar para divulgar o território”.

Joel Monteiro garante que “o que queremos é dinamizar o ciclismo. Todos estamos a fazer um esforço para que o ciclismo ganhe a força de outros anos. A autarquia tem o projeto do ciclismo nas escolas, nós estamos a revitalizar o Prémio de Ciclismo de Barroselas e acredito que o gosto pela modalidade vai enraizar-se. Já houve uma tentativa de formar um clube aqui, ainda não avançou, mas também não podemos querer resultados logo nos primeiros anos. Temos que continuar a trabalhar em prol da modalidade”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS