VOLEIBOL

Vitória SC preparado para atacar Fase de Subida

O Vitória SC inicia frente ao SC Espinho, no dia 15, pelas 16 horas, a sua caminhada na Fase de Subida do Campeonato Nacional da II Divisão feminino de voleibol.

Nesta Fase de Subida o Vitória SC tem como adversários o Lusófona, equipa que venceu a primeira fase, Benfica, S Espinho, CS Madeira e ADRE Praiense. Óscar Barros, treinador do Vitória SC, antevê uma competição extremamente equilibrada, mas garante que a sua equipa tem um objetivo.

Quanto ao sorteio, o treinador do Vitória SC confessa que “não tinha perspetivas especiais para este sorteio. Tinha apenas um desejo, que acabou por se concretizar, e que passava por não defrontar a equipa dos Açores logo nas primeiras jornadas. Não temos grande conhecimento da equipa e seria bom que passassem algumas jornadas para termos alguns conhecimentos”.

 

ÓSCAR BARROS “ESTA FASE VAI SER MARCADA PELO EQUILÍBRIO”

 

Óscar Barros considera que “esta fase vai ser marcada pelo equilíbrio” e, por isso, “é indiferente se jogamos com A ou B agora ou mais tarde. Vai ser uma fase muito equilibrada, em que teremos que estar 100 por cento concentrados e focados jogo a jogo”.

Questionado sobre se o Vitória SC está preparado para esta fase final, Óscar Barros lembrou que “estamos a trabalhar com vista a esta fase, praticamente, desde o arranque da segunda volta. Nós temos uma equipa muito jovem, que tem tido uma evolução muito grande ao longo do tempo e está numa fase constante de assimilação. Agora queremos consolidar, queremos apresentarmo-nos fortes, consistentes e com argumentos para contrariar as equipas mais fortes”.

 

“ATENÇÃO COM TODAS AS EQUIPAS”

 

O Vitória SC tem o projeto da subida, que pode confirmar-se já este ano, e para isso Óscar Barros não descurar qualquer adversário… “vamos ter o máximo cuidado com todas as equipas. Esta vai ser uma fase extremamente equilibrada e, por isso, temos que encarar da mesma forma todos os adversários. Não nos podemos esquecer que, por exemplo, o SC Espinho, que terminou em quarto, ganhou a todas as equipas e que o SC Madeira ganhou fácil no último jogo ao SC Espinho. Adivinha-se uma fase de um grande equilíbrio”.

Nesta segunda fase as equipas vão ter deslocações mais longas… “vamos ter muitas viagens pelo meio. As equipas do Norte, habituadas a jogar mais perto de casa, vão ter deslocações mais longas. A viagem mais curta é ao SC Espinho. Portanto, a estrutura (clube, secção) que estiver mais preparada, que pensar com antecedência todas as pequenas coisas, vai estar mais perto da vitória final”.

 

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS