CICLISMO

Vila Franca recebe XVI BTT XCO

Vila Franca, em Viana do Castelo, é palco no domingo no XVI BTT XCO de Vila Franca APRSeguros, primeira jornada da Taça de Portugal de Cross Country Olímpico (XCO) e prova de classe 1 internacional.

XVI BTT XCO de Vila Franca APRSeguros é organizada pelos Amigos do Desporto da ACRVF, em parceria com a Federação Portuguesa de Ciclismo, Associação de Ciclismo de Minho, Câmara Municipal de Viana do Castelo e Junta de Freguesia de Vila Franca.

A pouco mais de quatro dias da prova já estão inscritos mais de 400 atletas de 11 países diferentes, destacando-se a presença de atletas olímpicos e Campeões do Mundo e da Europa em BTT XCO.

QUANTIDADE E QUALIDADE DOS PARTICIPANTES AUMENTOU

Para Hélder Barbosa, Amigos do Desporto da ACRVF, a edição deste ano promete ser um sucesso.

“Estão reunidas as condições para que esta edição do BTT XCO de Vila Franca seja um sucesso. A quantidade e qualidade dos pré-inscritos é surpreendente. Nesta altura já estão pré-inscritos mais de 410 atletas e depois a qualidade dos atletas é enorme. Contamos com atletas olímpicos, com Campeões do Mundo e da Europa. Acreditamos que esta prova vai ser um sucesso”, referiu Hélder Barbosa.

Aquele responsável referiu que “tudo isto é fruto do trabalho que temos feito ao longo dos anos. Esta é uma prova com tradições no BTT, que esteve suspensa durante alguns anos e regressou há cinco anos e temos desenvolvido um trabalho sério para levar esta prova a bom porto. Claro que temos contado com o apoio da Câmara Municipal de Viana do Castelo, da Junta de Freguesia e da Federação Portuguesa de Ciclismo e as coisas têm corrido bem”.

PROVA DE CATEGORIA C1 INTERNACIONAL

Afirmando que “estamos entusiasmados para domingo”, Hugo Barbosa lembrou que “esta prova tem a particularidade de ser de categoria C1 Internacional, ou seja, dá pontos aos atletas para o apuramento olímpico, e isso faz com que venham a Vila Franca muitos atletas estrangeiros”,

Hélder Barbosa referiu ainda que o grande objetivo da organização é que a prova vá subindo de nível “nós apostamos no projeto de quatro anos, que é o ciclo olímpico, e pretendemos que a prova vá subindo de categoria. Claro que ao subir de categoria, as despesas e o trabalho são maiores, mas temos que olhar para isso como um investimento. Este ano temos mais de 400 atletas, 100 são regionais, todos os outros vêm a Viana do Castelo e vão instalar-se no concelho entre sexta-feira e domingo. Ou seja, o movimento económico durante estes dias vai disparar. Em termos turísticos este BTT XCO de Vila Franca é uma boa montra e o concelho tem o retorno do investimento que fazemos”.

HÉLDER BARBOSA “PISTA NATURAL, COM TRILHOS E OBSTÁCULOS NATURAIS”

Quanto à pista de Vila Franca, Hélder Barbosa garantiu que “temos uma pista que nos diferencia da maioria. É uma pista natural, com trilhos e obstáculos naturais. Os atletas gostam imenso de correr aqui”.

De resto “já tudo está pronto para receber os atletas, que este ano são em maior número”, o que levou também a um aumento de trabalho “nós somos um grupo de 80 pessoas de Vila Franca, que tem um amor à modalidade e fazemos tudo para que a prova corra da melhor forma. Felizmente contamos com o reconhecimento da Câmara Municipal, da Junta de Freguesia, da FPC e da ACM. De resto, este evento só é possível, para além dos apoios financeiros, devido ao staff que temos porque exige muito trabalho e uma dinâmica enorme”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS