CICLISMO

Melgaço recebe 6.º BTT XCO Vila de Melgaço

O Complexo Desportivo e de Lazer / Centro de Estágios de Melgaço recebe domingo o 6.º BTT XCO Vila de Melgaço, prova que marca o arranque do Campeonato do Minho de BTT XCO – POPP Design e que conta já com mais de 150 inscritos.

Organizado em conjunto pela Associação de Ciclismo do Minho e pela Melgaço Sports Center (Complexo Desportivo e de Lazer / Centro de Estágios de Melgaço – www.melgacosportscenter.com), com o apoio do Município de Melgaço, o 6.º BTT XCO Vila de Melgaço promete ser animado, tanto mais que conta ainda com a luta pelos títulos do Campeonato Nacional Universitário de BTT XCO. Recorde-se que Hélder Gonçalves, ciclista de Barcelos que estuda no IPVC, é o atual campeão nacional, depois de ter feito uma prova irrepreensível em Gondar em 2019.

“ESTÁ, PRATICAMENTE, TUDO PREPARADO”

Jorge Domingues, diretor da Melsport, garante que em Melgaço “está, praticamente, tudo preparado para receber a prova. O circuito está limpo, amanhã vamos acabar as marcações e na sexta-feira está apto para os ciclistas poderem fazer o reconhecimento do circuito”.

O circuito não sofre qualquer alteração em relação aos anos anteriores… “o circuito é a base dos anos anteriores. Vamos fazer alterações, mas será à posterior da prova, uma vez que queremos colocar um circuito permanente. Penso que isso será feito ainda este ano, mas para este 6.º BTT XCO Vila de Melgaço a base do circuito é a mesma e, portanto, será muito idêntico ao dos anos anteriores”.

JORGE DOMINGUES: “CIRCUITO 100 POR CENTO NATURAL”

Jorge Domingues lembrou que o circuito do Complexo Desportivo e de Lazer / Centro de Estágios de Melgaço distingue-se por ser 100 por cento natural…

“Este é um circuito, praticamente, 100 por cento natural. Os obstáculos apenas um é artificial, todos os outros são naturais. É um circuito de qualidade, duro, mas muito divertido. Um excelente circuito para as provas de BTT XCO”, disse aquele responsável, que acrescentou que “a adesão a esta prova tem sido muito boa. Ainda faltam uns dias para o 6º BTT XCO Vila de Melgaço e já contamos com cerca de 150 inscritos, o que é muito bom”.

“ORGANIZAR OS CNU’S É UMA MAIS VALIA”

O BTT XCO Vila de Melgaço recebe este ano o Campeonato Nacional Universitário e Jorge Domingues referiu que “é uma honra receber o CNU BTT XCO. Dá uma responsabilidade acrescida na organização, mas o facto da Associação de Ciclismo do Minho nos ter convidado para organizar o CNU demonstra que o nosso trabalho tem sido bem feito. É uma mais valia para o nosso trabalho”.

De referir que esta primeira etapa do Campeonato do Minho de BTT XCO – POPP Design é aberta à participação dos interessados que podem participar na promoção.

Do programa do 6.º BTT XCO Vila de Melgaço destaca-se ainda a participação das categorias de Escolas, que conta com provas de Pupilos/Benjamins e Iniciados, que se iniciam às 10 horas, seguindo-se a corrida dos Infantis e Juvenis. As corridas de Cadetes, Femininas, Paraciclismo e Promoção arrancam às 13 horas, enquanto os Juniores, Sub-23, Elites e Masters arrancam pelas 14.30h.

CAMPEONATO DO MINHO COM SETE PROVAS

O Campeonato do Minho de BTT XCO – POPP Design, competição destinada a todas as categorias, conta este ano com sete provas.

O 6.º BTT XCO de Melgaço, prova que conta ainda para o Campeonato Nacional Universitário, marca o arranque oficial da época de Cross Country Olímpico. Segue-se no dia oito de março XCO Vila Franca, prova UCI de Categoria Internacional C1 e que é ainda a primeira Prova da Taça de Portugal de XCO.

O 2.º BTT XCO Trilhos Cónegos está marcada para três de maio, enquanto o 23.º BTT XCO CNE – Gondar Jovem/Taça Manuel Abreu se realiza a 31 de maio.

O 4.º BTT XCO Tesouros do Ave está marcado para 28 de junho.  Em setembro realizam-se as duas últimas provas. O 22.º BTT XCO ACRAP está agendado para o dia seis e o 9.º BTT XCO Paredes de Coura encerra a 20 de setembro a época do Campeonato do Minho XCO – POPP Design.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS