CICLISMO

‘Armada’ minhota abrilhanta Prova de Abertura

Tiago Machado diz-se preparado para a Prova de Abertura

João Matias, Tiago Machado, João Benta, David Ribeiro, Iúri Leitão, André Carvalho e José Dias são os nomes consagrados do ciclismo do Minho que marcam presença amanhã na Prova de Abertura – Região de Aveiro, primeira jornada da Taça de Portugal Jogos Santa Casa na vertente de estrada, que se realiza domingo e liga Albergaria-a-Velha e Vagos, numa extensão de 174,5 quilómetros.

Para esta primeira prova de estrada do ano estão inscritos mais de 150 ciclistas. O Minho conta com um forte contingente de ciclistas, desde logo um grupo de cinco jovens que se estreiam no escalão de Sub-23: Marco Marques, Flávio Fernandes, Pedro Silva, Daniel Dias e Gonçalo Almeida. Segue-se um outro grupo de atletas que entram agora para o seu segundo ano de Sub-23 e que prometem dar que falar em 2020: Vinício Rodrigues, João Salgado, José Dias, Carlos Barreiros. Nos Elites, os ciclistas do Minho que marcaram presença nesta Prova de Abertura não passam despercebidos pela sua garra, empenho e luta em cada corrida em que participam. Na prova que se desenrola na zona de Aveiro vão estar João Matias, ciclista de Barcelos que alinha pela Aviludo-Louletano, Tiago Machado, atleta de Famalicão que representa a EFAPEL, o esposendense João Benta (Rádio Popular-Boavista) e o jovem famalicense David Ribeiro (LA Alumínios/LA Sport). A representar a Seleção Nacional, que apresenta aqui uma equipa formada por corredores de BTT, estrada e pista, vão estar três minhotos: Iúri Leitão, ciclista de Viana do Castelo que esteve em destaque nas provas de Pista, que terminam a semana passada, o famalicense André Carvalho e ainda José Dias, ciclista de Barcelos que está mais vocacionado para o BTT.

JOÃO MATIAS “PENSO QUE POSSO ESTAR NA DISPUTA PELA VITÓRIA”

João Matias, que este ano representa a equipa da Aviludo-Louletano, parte para a Prova de Abertura do ciclismo de estrada confiante. O ciclista esteve empenhado até a semana passada nas provas de Pista, tendo arrecadado dois títulos nacionais (Perseguição Individual e Corrida por Pontos) e conquistado pódios para a Seleção Nacional no Troféu Internacional de Pista.

Com a vertente de Pista resolvida (para já), João Matias tem amanhã o seu primeiro grande teste na estrada pela equipa algarvia.

“O objetivo da equipa Aviludo-Louletano passa por começar o ano bem e a Prova de Abertura assenta bem nas minhas características”, começou por referir João Matias, que adiantou que “penso que posso estar na disputa pela vitória. Vamos ver como serão as opções da equipa”.

Fazer uma boa Prova de Abertura é essencial e pode ser um incentivo para as grandes provas que e aproximam: “claro! É a primeira prova da época e geralmente há muita tensão. Ciclistas mais novos que sobem de escalão e vêm ansiosos por mostrar as capacidades e toda a gente quer ganhar para sair a pressão de cima. Quem ganha fica logo descansado quanto ao trabalho feito e tudo o resto é mais fácil de conquistar”.

TIAGO MACHADO: “AJUDAR A EQUIPA”

Tiago Machado, ciclista de Famalicão que alinha na EFAPEL, parte tranquilo para a primeira prova do ano, com o objetivo preciso de ajudar a equipa a atingir as suas metas.

“Estou a encarar esta Prova de Abertura com normalidade, será um arranque como nas outras temporadas. Vou fazer o meu trabalho o melhor que puder. A preparação correu bem e esrou de consciência tranquila para este primeiro desafio do ano”, disse Tiago Machado.

O ciclista de Famalicão referiu ainda que “o grande objetivo para esta prova é ajudar a equipa a atingir os seus objetivos. Os objetivos a equipa estão sempre em primeiro lugar e só depois pensarei do que poderei fazerem termos pessoais”.

JOÃO BENTA: “É IMPORTANTE EVITAR AS QUEDAS”

João Benta, o ciclista de Esposende quer fazer uma boa corrida

João Benta, ciclista de Esposende que representa a Rádio Popular – Boavista, está confiante para esta primeira prova da Taça de Portugal, que acaba por ser também uma prova de preparação para a Volta ao Algarve que arranca já no dia 19. Por isso, o grande objetivo, para o ciclista esposendense, é mesmo o de evitar quedas.

“O objetivo passa por evitar as quedas e ganhar ritmo para estar na Volta ao Algarve”, disse João Benta.

O ciclista da Rádio Popular-Boavista lembrou que “este é uma espécie de prova de preparação para a Volta ao Algarve. Logicamente que nos mais novos existe uma grande vontade competir e mostrar o valor que têm. Seja como for é sempre a primeira corrida do ano e todos queremos estar bem, estar em convívio com os colegas e adversários”.

“Logicamente que vamos tentar fazer o melhor possível, é importante começar bem a época, embora, neste momento, o mais importante seja o de evitar quedas e ajudar a equipa”, disse ainda aquele ciclista.

João Benta diz-se preparado para o arranque da época, que começa em grande, já que logo a seguir a esta Prova de Abertura, se realiza a Volta ao Algarve.

“O trabalho do defeso foi feito, agora é importante começar a ganhar ritmo competitivo e isso consegue-se com as provas”.

DAVID RIBEIRO “SINTO-ME PREPARADO”

David Ribeiro preparado para a Prova de Abertura

O famalicense David Ribeiro (LA Alumínios/LA Sport) diz-se preparado para o arranque da época, onde o objetivo é tentar fazer o melhor.

“É a primeira prova do ano vamos tentar fazer o nosso melhor. Assim, como o faremos na Volta ao Algarve”, disse o jovem ciclista da zona de Famalicão.

David Ribeiro garante que “a preparação correu bem e sinto-me preparado para o arranque da época. Vamos ver o que consigo fazer e se as pernas respondem bem a estes dois desafios”.

IÚRI LEITÃO: “VOU FAZER DE TUDO PARA LEVAR A SELEÇÃO A UM GRANDE RESULTADO”

Iúri Leitão apostado em fazer uma boa corrida

Iúri Leitão, ciclista de Viana do Castelo que fez a sua formação na Tensai/Sambiental/Santa Marta, é uma das apostas do selecionador nacional José Poeira para esta Prova de Abertura. O ciclista vianense esteve envolvido nas provas de Pista no último mês, tendo conquistado, entre outros bons resultados, o título de Campeão Nacional de Scratch, e subido ao pódio por Portugal no Troféu Internacional de Pista.

Para a prova de amanhã, Iúri Leitão garante que está preparado e vai tentar ajudar Portugal a conquistar um bom resultado.

“Sinto-me bem! Tem sido bastante desgastante todo trabalho que temos feito, mas acho que é este o caminho certo para podermos sonhar alto. A Prova de Abertura vem para completar um longo trabalho que temos feito para preparar os grandes objetivos da época que se avizinham Acho que é uma boa oportunidade para ciclistas mais rápidos se poderem evidenciar e vou fazer de tudo para levar a seleção a um grande resultado” disse Iúri Leitão.

Depois de um mês concentrado nas provas de Pista, o ciclista de Viana do Castelo assegura que já está concentrado para as provas de estrada.

“Por mais que tenha corrido muito em pista e já não corra na estrada há algum tempo, o nosso trabalho é maioritariamente feito na estrada o que facilita bastante essa adaptação. É só recordar os alguns pormenores e tudo surge naturalmente”, referiu Iúri Leitão.

JOSÉ DIAS “DAR O MEU MELHOR À EQUIPA”

Barcelense José Dias representa a Seleção Nacional

José Dias, ciclista da zona de Barcelos que se formou na Seissa|KTM-Bikeseven|Matias&Araújo|Frulact, representa a Seleção Nacional nesta Prova de Abertura, ele que tem estado mais dedicado ao BTT.

José Dias referiu que encara esta Prova de Abertura “como um treino e em preparação para os próximos objetivos. Mas estou preparado para dar o meu melhor à equipa”. Sem se deter, José Dias adiantou que “venho de umas semanas de trabalho específico e acho que esta corrida será mais um ponto importante para me ajudar a chegar à forma pretendida”.

Quanto aos objetivos, José Dias salientou que “de momento não nos foi pedido nada de especial. Se for o caso será no dia na reunião, mas à semelhança dos anos anteriores cada atleta terá a sua função e todos daremos o nosso melhor pela Seleção”.

José Dias tem estado mais dedicado ao BTT, por isso, as provas de estrada são encaradas mais como de preparação: “esta prova serve de preparação, mas também tem um propósito especial, pois é a única prova que em podemos competir e estar com colegas de treino e acaba por ser o único dia que podemos partilhar as estradas com eles”.

Interessante é ainda a constituição da Seleção Nacional, que reúne atletas das três vertentes (BTT, Pista e Estrada). José Dias considera que “É muito bom partilhar este projeto com eles. Todas as disciplinas são diferentes, mas cria-se sempre um ótimo ambiente entre todos e um grande entendimento, o culminar disso foi o nosso resultado do ano passado”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS