CICLISMO

José Lourenço e SPAC BTT confiantes para a Maratona de Ponte da Barca

José Lourenço, Campeão do Minho de Master 30, e a SPAC BTT partem confiantes para a primeira prova do Campeonato do Minho de BTT XCM – Discover Melgaço, a I Maratona de BTT Ponte da Barca, que se realiza domingo.

A Maratona BTT Ponte de Barca é organizada pela União Ciclista Ponte da Barca, em parceria com a Câmara Municipal de Ponte da Barca, Junta de Freguesia de Ponte da Barca e a Associação de Ciclismo do Minho e a poucas horas do final das inscrições já ultrapassou os 300 atletas.

José Lourenço, que apesar da lesão que o afetou durante a época, terminou o ano de 2019 com o título de Campeão do Minho e Campeão Nacional de Master 30 em Maratonas, contribuindo assim para a vitória da SPAC BTT por equipas em Masters no Campeonato do Minho de BTT XCM – Discover Melgaço.

SPAC BTT VAI LUTAR PARA REVALIDAR TÍTULO COLETIVO

Para a nova temporada, José Lourenço garante que “as expectativas da SPAC BTT para as provas da ACM são lutar pelo título coletivo alcançado no ano passado. Este ano houve algumas mudanças de escalão de alguns atletas, eu por exemplo passo para Master 35”.

“Este início de Campeonato do Minho é muito importante para todos os atletas e equipas, para se perceber em que forma os atletas estão e quais os seus adversários e onde poderemos melhorar ou manter a estratégia da equipa”, referiu José Lourenço.

JOSÉ LOURENÇO: “OBJETIVO PRINCIPAL É O CAMPEONATO EUROPA E NACIONAL”

A nível pessoal, o ciclista da SPAC BTT adiantou que “quanto a mim será um ano de transição de categoria. Tendo como objetivo principal o Campeonato Europeu de Master 35 em Seia e Campeonato Nacional. No Campeonato do Minho estarei focado em ajudar a equipa e este ano irei fazer o Grande Prémio do Minho de Estrada já no próximo mês de março”.

José Lourenço, que conquistou a Camisola de Campeão do Minho de Master 30, muda de escalão onde o seu colega José Pacheco venceu. O ciclista da SPAC vai estar atento na luta pelos primeiros lugares, mas garante que o mais importante é a equipa: “na equipa somos muitos Master 35. E também temos o José Pacheco que é atualmente o Campeão do Minho do escalão. Foi decidido entre nós trabalhar para revalidar o título. Contudo, pode acontecer algum azar e aí estarei eu para o ajudar”.

“MARATONA DE PONTE BARCA COM PERCURSO DURO”

Relativamente à Maratona de Ponte da Barca “é um percurso duro, irei endurecer a prova na fase inicial para se fazer diferenças e analisar o adversário. Nesta primeira prova estaremos focados no objetivo coletivo”.

A SPAC BTT mantém a mesma estrutura do último ano, registando-se apenas a alteração de escalão. “Vamos manter, praticamente, a mesma estrutura. Temos apenas a registar a alteração de escalão por parte alguns dos atletas. O Pedro Dias, por motivos pessoais (pode ser que volte para o ano) teve que sair. Ele foi Campeão Regional Master 40 em 2018. Para combater essa saída temos Miguel Pinto e Ernesto Morais, que subiram de escalão sendo agora Masters 40”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS