CICLISMO
Em alta

Marta Branco: “estou bastante contente”

“Estou bastante contente com a minha corrida” disse Marta Branco, ciclista de Guimarães que alinha no Maiatos, a propósito da conquista do título de Campeã Nacional de Ciclocrosse em Sub-23, no domingo em Vila Real.
A ciclista vimaranense, que não chegou a participar nas provas da Taça de Portugal, percorreu o trajeto da prova em 38:09m, deixando a segunda classificada, Rafaela Ramalho, a mais de dois minutos.
Marta Branco referiu que “é uma sensação de dever cumprido, apesar da minha participação no Nacional ter sido decidida à última da hora e sem preparação para essa vertente”.
A atleta de 20 anos lembra que “este ano não participei em nenhuma prova da Taça de Portugal”, mas no ano passado “ganhei a Taça de Portugal em Elites femininas”.

“TÍTULO É UM INCENTIVO PARA A ÉPOCA”

Marta Branco considera que este título vai servir de incentivo para a época que se aproxima… “acho que entrei com o pé direito e espero que 2020 seja diferente”.
A ciclista de Guimarães considera que 2019 ficou aquém do esperado e para o novo ano espera: “conseguir alcançar os objetivos que na época passada ficaram um pouco longe do que pretendia, isto sem querer elevar muito a fasquia” e adiantou que “quero superar-me e demonstrar o trabalho que tenho feito até agora”.

APOSTA NO BTT E NA ESTRADA

Marta Branco pretende fazer uma boa campanha no BTT: “foi onde comecei e ainda tenho muitos sonhos para alcançar na vertente”, mas garante que “a estrada também é bastante fascinante para mim e tenho alguns objetivos que passam por lá”.
Para fazer uma boa época a ciclista de Guimarães já se encontra a treinar há bastante tempo e garante que “a preparação está a correr bastante bem, sempre monitorizada pelo meu treinador. Claro que o trabalho de casa tem de ser bem feito, como a motivação e o querer vencer. Esses fatores estão bem presentes em todas as sessões de treino que realizo. Penso que com as duas vertentes a correr nas melhores condições tudo se alcança”.

TREINOS EM GUIMARÃES

Marta Branco, que treina, maioritariamente, na zona de Guimarães, mas refere que “os registos são enviados para o meu treinador, é da zona Porto”. De resto, a atleta treina “normalmente sozinha, com exceção de alguns dias em que sou acompanhada ou pelo meu pai ou por colegas da modalidade”.
De referir que a vitória em Vila Real teve um sabor para Marta Branco, já que o seu namorado, o ciclista Miguel Salgueiro, que este ano alinha na L. A. Alumínios / L. A. Sport, também conquistou o título em Sub-23. “Fizemos algo inédito que foi ganhar os dois a camisola de campeões nacionais em Sub-23”, referiu a ciclista de Guimarães.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS